Eventos · Grátis · Passeios

Guia 2018 para o Desfile de Ação de Graças da Macy’s

O desfile da Macy’s no feriado do Thanksgiving é uma das tradições mais lindas de Nova York, e montamos este guia para deixar você por dentro de tudo sobre este dia. Se você estiver pela cidade vale a pena comparecer à festa e curtir um pouco do concurso anual de balões gigantes, os carros alegóricos, palhaços, bandas de marchinha, atores dos espetáculos da Broadway em Nova York e celebridades; sem dúvida é um dos melhores eventos de Nova York em novembro.

Muitos nova-iorquinos assistem de pijama em casa, mas não há nada como assistir à procissão em pessoa. Use nosso guia para conhecer a rota do desfile e obter uma prévia dos balões e carros alegóricos deste ano (ou assistir ao enchimento dos balões no pré-feriado de Ação de Graças).

Também falaremos sobre restaurantes abertos no Dia de Ação de Graças, além de bares e outras atrações festivas em Nova York, para conferir a experiência completa de Nova York. Para uma visita guiada à Parada do Dia de Ação de Graças, clique aqui.

Quando será o Desfile de Ação de Graças da Macy’s?

Thanksgiving Day, of course! But we’ll spell it out for you: Thursday, November 22.

Onde será o Desfile de Ação de Graças da Macy’s?

O desfile começa na 77th Street com a Central Park West e vai descendo em direção Sul até a praça Macy’s Herald Square na 34th Street.

Veja a rota oficial completa no Google Maps.

Poster Oficial do Thanksgiving 2018

A que horas começa o Desfile do Dia de Ação de Graças da Macy’s?

O desfile começa pontualmente às 9h e termina ao meio-dia.

Quem estará se apresentando durante o Desfile do Dia de Ação de Graças da Macy’s?

A lista de convidados musicais e artistas do teatro da Broadway é grande — todos entre personagens de desenhos animados gigantes infláveis — é ganhadora de prêmio Tony e voz de Tiana de A Princesa e Sapo da Disney Anika Noni Rose, Ashley Tisdale do High School Musical , “O Rei da Armadilha” Bad Bunny a banda de rock Barenaked Ladies, a cantora e compositora Bazzi, Brynn Cartelli da NBC The Voice, a estrela do bluegrass Carly Pearce, a lendária Diana Ross and Family, a cantora e compositora britânica Ella Mai, a dupla pop Jack & Jack, o cantor e compositor John Legend, a estrela britânica Leona Lewis, músicos Mackenzie Ziegler & Johnny Orlando, o ícone country Martina McBride, a sensação de acapella Pentatonix, a cantora pop britânica Rita Ora, a banda country Sugarland, os artistas country Tegan Marie e Kane Brown. Para mais artistas, incluindo as bandas de marchinha, palhaços e muito mais, acesse Macys.com.

Marchinhas no Dia de Ação de Graças
Cafés · Meatpacking

A maior Starbucks do mundo será no Meatpacking District

Em 2016 a Starbucks anunciou a abertura da maior Starbucks do mundo, ela será no renovado bairro do Meatpacking District. O novo espaço seguirá o conceito da primeira loja de Seattle, Starbucks Reserve Roastery and Tasting Room, onde os consumidores têm um contato mais próximo com o café.

A combinação de uma instalação de torrefação de café e cafeteria ensinará aos clientes mais sobre a produção de café e as origens de grãos, e encoraja os coffee lovers a interagir com os baristas para desenvolver uma compreensão mais profunda de seu café.

Starbucks Roastery

“Em Nova York, queremos construir algo ainda maior e mais arrojado, celebrando o café e o artesanato de uma maneira completamente única e diferenciada”

–Howard Schultz

A megastore de Manhattan ocupará dois andares do edifício comercial de 16.000 metros quadrados que está sendo desenvolvido pela Vornado Realty Trust e Aurora Capital Associates no antigo local da Prince Lumber, e abrirá suas portas a apenas um quarteirão ao sul do Chelsea Market.

“Em Nova York, queremos extrair elementos do que originalmente criamos e construir algo ainda maior e mais arrojado, celebrando o café e o artesanato de uma maneira completamente única e diferenciada”, disse Howard Schultz, presidente e diretor executivo da Starbucks, em um declaração. “Queremos que essa experiência diga aos nossos clientes que estamos chegando à Broadway.”

A nova Starbucks será na 61 Ninth Ave

“Nossa experiência na Seattle Roastery criou algo que nunca havia sido feito antes, transformando um ambiente de varejo em algo muito além de apenas uma cafeteria e na melhor experiência de varejo de qualquer tipo”, disse Howard Schultz, presidente e diretor executivo da Starbucks.

Meatpacking

Visite os restaurantes e lojas da moda no Meatpacking District

No limite do noroeste do Greenwich Village, o Meatpacking District passou do industrial para a moda. A área servia a cidade com 250 abatedouros em 1900 e, cem anos depois, restaram cerca de três dúzias; hoje, a área se transformou em uma concentração de lojas de alta-costura, entre elas, Stella McCartney, Moschino, Hugo Boss e Diane von Furstenberg, localizadas no trecho da W. 14th Street entre as avenidas 9th e 10th.

Neste mesmo quarteirão, está o Ground Zero Museum Workshop, onde os visitantes podem ver uma centena de imagens e artefatos recuperados depois do 11 de Setembro.

Old Homestead Steakhouse desde 1868

Na esquina noroeste da 9th Avenue com a W. 14th Street, em frente à churrascaria Old Homestead Steakhouse, de 1868, está a maior loja da Apple de Manhattan, com três andares, toda de vidro, com uma escada espiral esplêndida, também de vidro.

Maior Apple Store de Manhattan

Seguindo ao sul na 8th Avenue, você encontrará vários restaurantes badalados, como o pan-asiático TAO Downtown, o bistrô francês Pastis, o espanhol El Faro, e a maior loja da Starbucks do mundo.

Confira o nosso guia de compras no Meatpacking District.

Compras · Grátis · Manhattan · Passeios · SoHo

Google Hardware Store SoHo

A primeira loja pop-up que o Google abriu em Nova York foi 2016, o sucesso foi tanto que ganhou um endereço fixo no coração do SoHo e um novo nome. Há poucas quadras da loja antiga que ficava na Spring Street você vai encontrar a Google Hardware Store.

Google Hardware Store no coração do SoHo

Aqui você pode experimentar os produtos do Google como o novo Pixel 3, Google Home e a realidade virtual Daydream VR. O espaço ainda não vende ainda os produtos, serve mais como um lugar de contato com os consumidores e eventos relacionados aos produtos.

Um dos eventos que participamos foi o passeio Team Pixel Walk, onde cada pessoa pega o seu celular Google Pixel e tem um tour guiado pelo bairro e dicas de como fotografar melhor com o seu celular.

Quando vier para o SoHo para bater pernas nas lojas da região não deixe de passar na loja mais instagramável do momento.

Oi Google 🙂
Bicicleta para fotos em frente à loja do Google

Google Hardware Store SoHo

📍 Endereço
131 Greene St
New York, NY 10012

🚇 Metrô
B, D para E Houston St-Lafayette St.
R, W para a Prince St.

🕐 Horários
Segunda – Sábado das 11h às 20h
Domingo 11h to18h

📧 E-mail
hardwarestoreNYC@google.com

🔗 Links
store.google.com


CRÉDITOS 
@yujieigstyle
@thestylishmuse
@georgiabenj
@newlyweds_mary
@setcreative
@pattymartininyc
Lower Mahattan

Tweed Courthouse

Ao norte do City Hall Park, fica um tribunal de mármore de três andares, muitas vezes confundido com o City Hall. O edifício, oficialmente é chamado de Old New York County Courthouse, é muito estimado, e seus interiores estão entre os melhores da Nova York de meados do século 19. 

William M “Boss” Tweed

Mas quando foi terminado em 1878, as críticas não foram tão generosas, e passou a ser conhecido como Tweed Courthouse, o nome de um político corrupto que entrou para a história.

Um relato descreveu o edifício como “um labirinto soturno de aposentos sem atrativos”. As críticas desfavoráveis talvez refletissem a frustração do público, já que a construção demorou 20 anos e custou quase 13 milhões de dólares, 50 vezes o preço estimado originalmente.

Acredita-se que dois terços dessa quantia foram desviados para o bolso de William M “Boss” Tweed e seus amigos.

Old New York County Courthouse

Tweed Courthouse

📍 Endereço
52 Chambers St, New York, NY 10007

🕐 Horários
Precisamos atualizar

☎️ Telefone
+1 (718) 935-2000

🚇 Metrô
4, 5, 6 para Brooklyn Bridge;
R para City Hall;
2, 3 para Park Place.

Lower Mahattan

City Hall e arredores

O City Hall Park já foi pasto para vacas. Hoje é uma área ajardinada que circunda a prefeitura ou City Hall – construída em estilo federal. No gramado, a estátua do patriota Nathan Hale, de Frederick MacMonnies, é um lembrete dos protestos dos americanos contra o domínio britânico. Para uma experiência libertadora, atravesse a rua até a ponte do Brooklyn, com as amplas passagens de madeira para pedestres e bicicletas e veja a paisagem, de norte a sul.

Mesmo que seja um estranho em Nova York, é provável que você reconheça o City Hall. É naqueles degraus que o prefeito cumprimenta heróis e dignitários e lhes confere as chaves da cidade, uma cena muito transmitida nos noticiários. 

Fonte do City Hall Park
Fonte do City Hall Park

O City Hall também foi palco de celebrações e manifestações públicas. É ali que geralmente terminam as paradas que partem do Battery Park e seguem pela Broadway sob chuvas de papel, uma tradição que começou em 1886, quando funcionários atiraram fitas de teletipo pelas janelas durante um desfile que celebrava a inauguração da Estátua da Liberdade.

Embora bem-situado no meio do City Hall Park, os arquitetos John McComb Jr. e Joseph François Mangin construíram o edifício voltado para o sul. Naquela época, em 1812, ninguém achava que a cidade se estenderia muito para o norte.

Ao entrar, veja no lobby uma cópia em bronze de uma estátua de George Washigton, feita com o modelo vivo, pelo escultor francês Jean-Antonie Houdon.

O Governor’s Room, antes usado pelo governador nas visitas à cidade, hoje é um museu que exibe a escrivaninha de George Washigton. A coleção de pinturas inclui um quadro de Washington no Dia da Evacuação, de 1783, pintado por John Trumbull, um importante pintor histórico, além de obras de John Wesley Jarvis, que retratou os heróis da Guerra de 1812, Samuel F. Morse, inventor do telégrafo, cujo retrato de Lafayette foi feito durante o retorno do marquês ao país, em 1824, e George Catlin, mais tarde conhecido por suas pinturas do Oeste e que pintou o retrato de DeWitt Clinton.

O African Burial Ground é um lugar realmente inesperado em Nova York.

É considerado o projeto arqueológico urbano mais importante dos Estados Unidos.

A nordeste do City Hall, perto de Park Row, a estátua de Horace Greeley, do artista J. Q. A. Ward, mostra o editor sentado, com um jornal sobre o joelho direito. Durante anos, Park Row foi o centro jornalístico de Manhattan. Para saber das notícias, passear e ver exposições explicativas, visite o NYC Heritage Tourism Center na extremidade do parque, entre Vesey Street e Barclay Street.

Outros locais para explorar

Ali perto, na 31 Chambers Street, fica a Surrogate’s Court ou Hall of Records. Terminado em 1911, o edifício em estilo beaux-arts é adornado com esculturas.

Philip Martiny fez os entalhes da fachada, inclusive uma fileira de prefeitos abaixo da cornija da Camber Street e os dois grupos que flanqueiam a entrada, “New York in Its infancy” e “New York in Revolutionary Times”. A torre do Municipal Building, esquina entre Centre St. e Chambers St., de 1914, é encimada pela maior estátua de Manhattan, “Civic Frame”, com 7,5 metros de altura, de Adolph Weinman.

Outras dicas na região
👉 Tweed Courthouse

Caminhe um quarteirão a oeste da Centre Street até a Elk Street e vire à direita. Dois quarteirões ao norte está o African Burial Ground, esquina entre Duane Street e Elk Street. Restos humanos desenterrados, em 1991, por trabalhadores que faziam escavações na Broadway e Duane revelaram um cemitério de 2 ha, onde 20 mil afro-americanos foram enterrados entre 1712 e 1794. A descoberta chamou a atenção para o grande número de escravos e libertos africanos do século 18. As revoltas de escravos de 1714 e 1741 foram brutalmente reprimidas, seus líderes foram executados e supostamente enterrados ali.

African Burial Ground
African Burial Ground

New York City Hall

📍 Endereço
City Hall Park, New York, NY 10007

🕐 Horários
Dias úteis das 9h às 17h
Fecha aos sábados e domingos

☎️ Telefone
+1 (212) NEW-YORK

🚇 Metrô
4, 5, 6 para Brooklyn Bridge;
R para City Hall;
2, 3 para Park Place.

🔗 Links
nyc.gov

Lower Mahattan · Manhattan · Passeios

Passeio por Governors Island

Por causa da sua localização estratégica no porto de Nova York, o Governors Island foi posto militar várias vezes, inclusive na Guerra da Independência, na Guerra de 1812, na Guerra de Secessão, nas duas Guerras Mundiais e na Guerra do Golfo.

No início de 2003, porém, o governo federal vendeu a ilha ao povo de Nova York – por um dólar.

A ilha tem muito a oferecer: Castle Williams e Fort Jay, arsenais anteriores à Guerra da Secessão, casas em estilo vitoriano e neo-romântico, e mais.

Você pode visitar o centro histórico nacional com um guia do National Park Service ou aproveitar o bonde que circula a ilha.

Para explorar sozinho ou em casal, alugue uma bicicleta na Bike and Roll ou pegue um folheto para uma caminhada auto-guiada na livraria do atracadouro da balsa.

Para chegar à ilha, aberta sazonalmente, é preciso 10 minutos de balsa partindo de Lower Manhattan via Governors Island Ferry, que parte do Battery Maritime Building.

Entre os eventos já realizados na ilha, destacam-se feiras de arte, um concerto gratuito da Filarmônica de Nova York, entre outros.

Mais informações no site oficial www.govisland.com ou www.nps.gov/gois. Ou por telefone +1 (212) 825-3045.


Como chegar

📍 Endereço
Battery Maritime Building
10 South St. com Whitehall St.

🚇 Metrô
Pegue o 1 até a parada South Ferry, ou
o 4 ou 5 até a Bowling Green, ou
o W ou R até a Whitehall St.

🚍 Ônibus
Pegue o M1, M6, M9 ou M15.